Por que devo me confessar?

Compartilhe:

Por que devo me confessar?

Um assunto que ainda divide opinões entre alguns Cristãos, um assunto que nem todos gostam de comentar, mas um assunto de extrema importância para o nosso crescimento na Fé, hoje falaremos sobre “Confissão” e a pergunta mais recorrente nesse assunto é, Por que devo me Confessar?

Quando um Cristão vai se confessar, é recebido pela sacerdote com benevolência e com uma saudação amável. Essa é a maneira de começar a celebração do sacramento da penitência. Após a Saudação, o sacerdote  exorta o penitente à confiança em Deus com estas palavras ou outras semelhantes: “Deus, que fez brilhar a sua luz em nossos corações, conceda-te a graça de reconhecer os teus pecados e a grandeza de tua misericórdia”.

Logo após, o Sacerdote pode proclamar alguma palavra Bíblica ou pode proclamar a Misericórdia do Senhor e então, exorte a conversão.

A partir desse momento, a pessoa que foi se confessar, inicia a sua confissão perante o sacerdote, nesse momento o sacerdote pode ir aconselhando a pessoa, lhe dirigindo palavras de amor e misericórdia e lhe instruindo sobre o que a pessoa deve fazer, dependendo dos pecados proclamados ao sacerdote.

O Sacerdote sempre perdoa os pecados, é realmente uma festa do perdão, contudo é preciso com que a pessoa esteja realmente arrependida, pois Deus que tudo vê e tudo sabe, com certeza sabe se você está de coração arrependido ou não, o sacerdote irá lhe perdoar com amor e Misericórdia, com palavras de perdão e de aconchego.

O que é Pecado?

A pessoa confessa os seus pecados, mas afinal, o que pode ser considerado pecado? Resumidamente, um pecado, é quando infringimos uma normal estabelecida por Deus, por exemplo: Matar, nesse caso, infringimos o 5° Mandamento, que diz: Não Matar!

Para conhecer todos os pecados e a gravidade de cada um, não deixe de Ler: O que é Pecado?

Para poder confessar-se de maneira eficaz, é necessário conhecer os pecados e saber quando se comete os mesmos, pois, se não sabemos o que é pecado, não podemos saber se cometemos ou não. e a lei não pode ser aplicada, para quem não à conhece.

Muitas vezes cometemos pecados, sem saber que estamos cometendo, pois isso é de extrema importância para todos os Cristãos, conhecer bem a palavra de Deus e viver de acordo com a sua vontade.

Por que me Confessar?

A Confissão nos permite sentir a Graça de Deus em nossas vidas, nos permite nos sentir de fato perdoados pelo amor e misericórdia Divina, somente a confissão nos proporcionará uma mente tranquila, e uma consciência em paz.

Muitos Cristãos podem pensar que a confissão não é importante ou que não devem se confessar, pois somente Deus pode perdoá-las, contudo, não percebem muitas vezes, que o pecado se acumula em suas vidas e não são capazes de nem mesmo, perdoar-se, e ficam remoendo seus pecados, dia após dia, fazendo com que suas vidas tornam-se um verdadeiro inferno.

O julgamento final, de fato somente Deus tem o poder de fazê-lo, mas por que nos culpar tanto, se o ato de confessar-se pode nos livrar desse peso? O sacerdote saberá como conduzir e com certeza poderá lhe instruir sobre o que você deve fazer, como ato de penitência e mostrar a Deus que de fato, tem se arrependido por seus pecados e seu intuito de agradar a Deus e sua lei.

A Confissão é uma verdadeira benção na vida de uma pessoa, através da confissão, podemos nos sentir de fato amados por Deus e podemos perceber a sua grande misericórdia paterna. Nesse sentido, sinta-se sempre a vontade para confessar-se, mesmo que muitas vezes, você tente aceitar de que não precisa da confissão.

O que fazer quando você não quer se confessar?

A vontade de não nos confessar, muitas vezes é maior do que o saber, de que devemos nos confessar, por algum motivo, talvez não nos permitimos confessar, e nessa hora, parece de que nada poderá ser feito para mudar nossa opinião, nossa vontade e deixamos de nos confessar por que achamos, que não é preciso ou que talvez, podemos esperar pela próxima vez.

Vamos ver, o que podemos fazer, quando não temos vontade de nos confessar, ou simplesmente não queremos nos confessar:

1° Lembrar de quanto Deus nos ama: Muitas vezes, temos medo ou receio de nos confessar-nos, acreditando que nossos pecados são muito graves e que Deus jamais nos perdoaria, é preciso lembrar nessas horas, de que Deus é amor e Misericórdia, que assim como perdoou os pecados de Maria Madalena, poderá perdoar-nos e nos receber com um abraço de Pai.

2° Não ter receio do Sacerdote: Muitos ainda acreditam que o sacerdote irá olhar de cara feia, ou mesmo ficar lembrando de seus pecados quando te ver, ou ainda contar para alguém seus pecados, saiba que o sacerdote tem várias leis a seguir e entre elas, está o segredo das confissões, de maneira alguma ele poderá contar a alguém os seus pecados e muito menos irá lembrar-se dos seus pecados quando te ver, são milhares de pessoas que ele atende, e com certeza não terá tempo e nem pretensão de ficar lembrando de você e de seus pecados.

3° Pensar: pensar com razão é uma ótima maneira de ver que não tem nada de mais nos confessar e ainda sairmos ganhando com tudo isso, devemos pensar que a confissão vai nos possibilitar uma melhor qualidade de vida, pois irá tirar todo o peso que estamos sentindo ou pecados que não saem da nossa cabeça, a confissão é um modo de dizermos a Cristo, que estamos arrependidos e que Ele passe a fazer parte de nossas vidas a partir daquele momento para que nunca mais caíamos nesses pecados.

Espero que através dessa breve leitura, você possa se conscientizar da importância da confissão e quanta graça ela carrega, que possamos sempre que necessário nos confessar, de maneira tranquila, com vontade, com esperança e com um coração verdadeiramente arrependido, prestes a receber o perdão através do Sacerdote e convidar Jesus para participar de cada minuto de nossas vidaa, sempre que puder, jamais deixe de se confessar!

Gostou desse artigo? Na lateral direita do site ou embaixo desse artigo (caso você estiver no celular) você encontra um campo para preencher o seu Nome e E-mail, cadastre seu email e receba gratuitamente nossas publicações!

 

Compartilhe: